eCUESTA

 
VEREADORA AFIRMA TER SIDO COAGIDA

| Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil
Fonte:Avaré Urgente - Imagem: Avaré Urgente




Durante a sessão da Câmara Municipal de Avaré, realizada no último dia 8, segunda-feira, a Vereadora Adalgisa Ward (PV) disse ter sido coagida por funcionário do Centro de Saúde I, mais conhecido como Postão da Rua Acre.

A parlamentar tem comparecido com frequencia no local devido a diversas reclamações referentes ao agendamento de consultas. Durante seu pronunciamento na palavra livre, ela disse que foi informada por uma funcionária que não poderia tirar fotos dentro da unidade de saúde.

Adalgisa disse que a ordem teria sido do secretário de Saúde, Roslindo Wilson Machado. Diante do fato, ela disse que continuaria realizando seu serviço, que é de fiscalizar. “Continuei fazendo meu trabalho. Sentei lá e esperei a Polícia chegar. Me senti coagida”, disse a parlamentar. Informações dão conta que a Polícia não compareceu ao local.

MAIS CRÍTICAS

Outra a proferir dura crítica contra o secretário de Saúde foi a vereadora Marialva Biazon (PSDB). A parlamentar pediu para que Roslindo pare de perseguir funcionários.

A vereadora chegou a dizer que Roslindo seria um secretário “pífio”. “Pare de perseguir funcionários. Pare de botar o dedo na cara dos funcionários. Vá para sua casa dormir. O senhor tirou o programa Disque-Saúde. O senhor é incapaz de fazer uma coisa nova. O senhor acha que é prazeroso ser truculento . O senhor é um secretário pífio, sem condições de ser secretário. Se não estiver satisfeito peça a conta”.